BLOG CRIADO PARA ATENDER O PEDIDO DE UMA ´´AMIGA `` TARADA POR HOMENS MORENOS E MADUROS

segunda-feira, 11 de maio de 2015

<iframe width="510" height="400" src="http://xhamster.com/xembed.php?video=3163512" frameborder="0" scrolling="no"></iframe>

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

MINHA MULHER DEU PARA O COLEGA.

Meu nome é Paulo tenho 40 anos e minha mulher se chama Cláudia e tem 37. Somos casados há 18 anos e eu fui o primeiro homem na vida dela. Sempre imaginei como seria vê-la com outro homem e isso me deixava louco. Durante nossas transas ao longo do tempo, fui provocando e vi que ela ficava enlouquecida de tesão com a ideia. Mesmo com muita vontade, faltava a ela coragem para realizar a nossa fantasia. Um certo dia, ela comentou que estava ensinando um colega novo e começou a falar dele com frequência. Ele tinha em torno de 50 anos e se chamava Alexandre e senti algo diferente, um misto de ciúmes e tesão. A partir deste dia, transamos muito e senti que ela estava muito mais safada do que antes. Era final de ano e como sempre, as empresas fazem uma confraternização. Fiquei de buscar a Cláudia, porém ela disse que não precisava, pois teria carona. Eu estava em casa e ouvi uma buzina. Ela estava chegando e desceu do carro do Alexandre que ficou observando sua saída. Ela veio e me deu um beijo de língua cheio de tesão e fez uma cara de safada se insinuando. Senti sua boca quente e muito gostosa e logo percebi o que tinha acontecido. Ela me disse no ouvido que estava louca de tesão e que veio todo o caminho chupando o pau do Alexandre e que estava louca para transar com ele. Ela me levou até o carro e me apresentou. Convidei ele para entrar para que continuassem a festa em nossa casa. Ele aceitou o convite e entramos. O Alexandre sentou e a Claudia imediatamente chegou perto dele e deu um beijo enlouquecida. Imediatamente ela pegou no pau dele e tirou para fora. Neste momento eu entendi porque ela estava enlouquecida de tesão. O Alexandre tinha um pau enorme, lindo e duro. Ela se ajoelhou na frente e caiu de boca querendo engolir tudo. Eles se despiram e ela ficou ali, com aquela bunda arrebitada louca por um pau. Neste momento eu já nem sabia se continuava olhando maravilhado ao ver minha esposa chupando outro pau, ou se metia naquela rabo maravilhoso. 
Ela chupava muito e estava se deliciando com aquela pica na boca, me olhando com uma cara de safada. Por um momento, antes que ele gozasse, parou de chupar e subiu no pau dele, engolindo tudo. Gritava e gemia de prazer enquanto o Alexandre metia na buceta. Não resisti e comecei a brincar com meu pau no seu cuzinho. Ela fica enlouquecida quando imaginava sendo comida por dois homens ao mesmo tempo e agora estava ela ali, tendo dois homens dentro dela. Imediatamente gozamos e fomos para o banho. Ela estava enlouquecida e no banho não resistiu e começou a chupar novamente o pau do Alexandre. Fique só observando de pau duro e ele não demorou para gozar. Após o banho, descansamos um pouco e acabei pegando no sono. Quando acordei, vi novamente minha esposa chupando o pau dele e depois se ofereceu para chupar o meu. Desta forma ficou de quatro. O Alexandre começou a brincar com o pau no cuzinho dela e vi que ela rebolava para facilitar a penetração. Ele tem uma pau enorme e achei que ela não aguentaria, mas ela se mostrou mais que preparada e ele meteu tudo, fazendo ela gritar de prazer como nunca tinha gritado. Gozamos novamente e vi a porra dele escorrendo na bunda dela quando ele tirou o pau. Mais um banho e deitamos. Conversamos um pouco mas ela estava uma verdadeira cadela. Começou a brincar e se esfregar com o Alexandre e logo ele estava de pau duro novamente. Ela subiu e começou a cavalgar no pau dele e pediu para eu meter junto na buceta. Fui metendo devagarinho e a sensação foi incrível. Ela ali, engolindo dois cacetes, junto na buceta. Ela gritava e gemia de prazer com os dois dentro da sua buceta até que gozamos dentro dela. O dia amanheceu e o Alexandre foi embora, porém combinamos de nos encontrar novamente e isso aconteceu mais algumas vezes para delírio da minha mulher. Mas isso eu conto em outro momento.